COMPARTILHAR

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus aliados estão reunidos deste a tarde de quinta-feira (5), está sem água desde o início da tarde desta sexta-feira (6).

Em nota, a Sabesp, responsável pelo abastecimento, nega que tenha cortado o fornecimento. Segundo a empresa, o problema pode ter sido causado pela presença de um grande número de pessoas no prédio: “é possível que a caixa d’água interna não seja suficiente para suprir a demanda”.



Caminhões-pipa estão sendo enviados pela Sabesp para o local, segundo apurado pela Revista Veja.

+ Presidente da CUT: 'Para levar Lula daqui vai ter que levar todo mundo'



Nota da Sabesp

"A Sabesp informa que o abastecimento de água no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, está normal. Devido ao acesso de pessoas no sindicato, é possível que a caixa-d’água interna não seja suficiente para suprir a demanda. A Sabesp já está enviando caminhões-pipa ao local para auxiliar no abastecimento de água."