COMPARTILHAR

Um estudo de pesquisadores do Ibre (Instituto Brasileiro de Economia) da FGV, Fernando de Holanda Barbosa Filho e Bruno Ottoni, aponta que aposentados de até 65 anos que continuam trabalhando têm seu salário diminuído de 30% a 80%.

De acordo com os especialistas, aposentados acabam mudando de emprego nesta transição – o que pode contribuir para este resultado.



“As quedas salariais que encontramos são muito expressivas para pressupor que o indivíduo está fazendo a mesma coisa”, revela Ottoni.

+ Trump diz que comércio com a China é 'estúpido'



Segundo o jornal 'Folha de S. Paulo', os pesquisadores também falam do impacto negativo que estas aposentadorias precoces têm sobre a economia. A produção brasileira é reduzida com a saída definitiva de parte dos profissionais do mercado de trabalho. Em 2014, ano analisado pelo estudo, esta perda equivalia a um valor entre R$ 17 bilhões e R$ 40 bilhões.