COMPARTILHAR

Primeira mulher a assumir a liderança do PMDB no Senado, a senadora Simone Tebet (MS), afirmou que assume o cargo num momento difícil da história do país, em que o povo passou até mesmo a questionar a política e a democracia.

Na opinião dela, isso acontece porque as mais importantes instituições da República não mais se entendem, fato que exige mudanças no papel dos poderes, especialmente do Executivo e do Legislativo, cujos integrantes são escolhidos diretamente pelo povo.



+ Lula só deixará prisão se o STF agir 'na calada da noite', diz jurista

"Além da autocrítica, está na hora do diálogo e do consenso. deixarmos as nossas diferenças de lado, sem perdermos as nossas posições ideológicas e nos atermos àquilo em que somos convergentes", afirma ela.



Com informações da Agência Senado.