COMPARTILHAR

A vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada há quase um mês junto com o motorista Anderson Gomes , pode se tornar uma heroína da pátria.

A deputada Jô Moraes (PCdoB-MG) apresentou um projeto de lei nesta quinta-feira (12) na Câmara dos Vereadores. Segundo destaca o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a sugestão também foi feita por um cidadão carioca, através do portal Ideia Legislativa.



+ Médica acusada de vazar exames de Dona Marisa será indenizada

Marielle seria a sexta mulher a integrar o Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. No total, a obra conta com 45 nomes, apenas cinco são mulheres: Ana Néri, Anita Garibaldi, Bárbara de Alencar, Zuzu Angel, Jovita Feitosa e a Clara Camarão.