COMPARTILHAR

Quatro anos depois de os pais morrerem em um acidente de trânsito, o primeiro filho deles foi gerado, na China. Tiantian, que significa Doce-doce, em chinês, foi gerado em barriga de aluguel e nasceu em dezembro passado, conforme noticiou a mídia local nesta semana.

Shen Jie e a esposa, Liu Xi, pais do bebê, faziam um tratamento de fertilização antes do acidente que os matou, em 2013. Com a permissão da Justiça, os embriões – que estavam um hospital de Nanquim, no leste da China – foram fecundados em uma barriga de aluguel.



A autorização judicial levou quatro anos. E Tiantian teve de ser gestado em Laos, porque barriga de aluguel é ilegal na China. "Ele sorri muito, tem os olhos de sua mãe, mas é mais parecido com o pai", declarou uma das duas avós ao jornal Xinjingbao, conforme noticiado em agências internacionais.

Os embriões foram então levados para o Laos por estrada. Depois, a barriga de aluguel do Laos viajou para a China para dar à luz. O bebê ficou duas semanas no hospital, o tempo necessário para que os avós passassem por testes de DNA para comprovar sua filiação e nacionalidade.