COMPARTILHAR

Os Estados Unidos disseram ter provas de que o ataque químico em Douma, na Síria, foi perpetrado pelo regime de Bashar al Assad.

A informação é do Departamento de Estado dos EUA e chega um dia depois de o Departamento de Defesa ter dito que ainda buscava evidências do envolvimento de Damasco.



O presidente da França, Emmanuel Macron, também afirmou ter provas de que o regime de Bashar al Assad usou armas químicas no ataque em Douma, cidade da Síria que abrigava focos de resistência rebelde. A declaração foi dada ao canal "TF1", na quinta-feira (12). Com informações da ANSA.

Leia também: Grécia se recusa a participar de ataque à Síria