COMPARTILHAR

A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse, nesta sexta-feira (13), que autorizou as forças britânicas a realizar ataques de precisão contra a Síria para destruir arsenais de armas químicas.

"Não se trata de intervir em uma guerra civil. Não se trata de mudança de regime", disse May em um comunicado.



"Trata-se de um ataque limitado e direcionado que não agrava ainda mais as tensões na região e faz que faz todo o possível para evitar mortes de civis".

O ataque foi realizado em parceria com os Estados Unidos e a França. Com informações do Sputnik Brasil.



Leia também: Damasco avisa Ocidente de que se defenderá se for atacada