COMPARTILHAR

A vigilância contra a febre aftosa foi fortalecida após notificação de foco da doença na fronteira com a Venezuela, informa o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento nessa quinta-feira (12). Os animais doentes foram encontrados em território venezuelano a 600 km da fronteira com o estado do Amazonas, em região com florestas densas e sem ocupação pecuária.

O diretor do Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques, garantiu que “a situação está sob controle e não representa risco sanitário para o Brasil”. Os animais foram transportados para uma zona de contenção da doença na Colômbia e sacrificados. Com informações do Portal Brasil.



LEIA TAMBÉM: Falta de combustível é possível causa da queda de avião em Rio Preto