COMPARTILHAR

Pelo menos oito militares egípcios morreram e 15 ficaram feridos neste sábado (14) após um ataque terrorista realizado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no centro do Sinai, no Egito.

De acordo com o porta-voz militar, Tamer el-Refai, o grupo de 14 "elementos terroristas" também morreu. Entre os homens, quatro usavam cinturões explosivos e armados com metralhadoras. Todos tentaram atacar um quartel das forças armadas no centro da península.



+ Ataque na Síria 'não ficará sem resposta', diz Rússia

No último dia 9 de abril, o Exército do Egito iniciou uma operação contra os terroristas, informaram os militares. A região norte do Sinai é um reduto do grupo Wilayat Sina, denominação egípcia do EI. (ANSA)