COMPARTILHAR

Morreu no último sábado (14) o jornalista Calazans Neto. O profissional, que também atuava como publicitário e relações públicas, tinha 70 anos e enfrentava complicações de uma infecção pulmonar. Ele morre após sofrer duas paradas cardíacas. O velório acontece na manhã deste domingo (15), na capela do Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife, seguido pelo sepultamento no mausoléu da Associação de Imprensa de Pernambuco (AIP), às 16h.

Calazans Neto estava internado no Hospital Santa Terezinha, conforme relata o Diário de Pernambuco. O pernambucano presidiu a AIP no período entre 2005 e 2010, além de ter atuado como como conselheiro na gestão atual. Recentemente, também atuava como gerente de articulação e comunicação da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), do governo estadual. Ainda atuou na revista Placar. e na sucursal pernambucana da Editora Abril.



Leia também: Jornalista Nelma Figueiredo morre aos 53 anos, em João Pessoa