COMPARTILHAR

Um dos treinadores mais vitoriosos da história recente do futebol brasileiro, Muricy Ramalho saiu da "bolha" do cotidiano do esporte e, atualmente, desfruta a vida ao atuar como comentarista da SporTV.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, ele garante estar aproveitando a convivência com a esposa, os filhos e os netos como nunca. "Estou vivendo coisas que nunca vivi, que eu nem sabia que existiam, e isso está me fazendo muito bem."



+ Mesmo preso, Lula lidera corrida presidencial com folga

Sobre o atual momento político do país, o ex-treinador classificou como "muito triste" a prisão do ex-presidente Lula. "Não tenho nada contra ele, mas não é legal."



“No fundo do poço é onde a gente está, né? Todo dia acontece algo que eu digo: ‘Estamos ferrados mesmo’. Vamos perdendo a noção de cidadania. É nego indo preso, cara pegando dinheiro por fora. Onde vamos parar? Ainda bem que a gente tem um herói lá, que é o Moro. Mas, pô, tem uma hora que ele não vai aguentar mais brigar tanto assim, né?”

Muricy disse que não pretende votar "nesses velhos que estão aí", porque é preciso "renovar", e que também não dará seu voto para Jair Bolsonaro. "Não. Ele é muito louco, cara."