COMPARTILHAR

Proprietários de veículos multados em São Paulo que não estavam no volante na hora da infração poderão indicar os condutores, para a transferência dos pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por meio de um novo aplicativo desenvolvido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo que exigirá o preenchimento de alguns dados e a transmissão de uma selfie do real infrator.

O aplicativo está disponível para celulares que usam os sistemas operacionais Android e iOS.



Para ter acesso ao sistema, o condutor terá de fazer um cadastro no site do Detran e, depois, baixar o aplicativo.

Em nota o Detran explica o procedimento: "Feito o cadastro, o proprietário deve acessar a opção Indicação de Condutor no app e selecionar a infração. Depois de conferir os dados da infração e do veículo, ele se identifica tirando uma selfie e assinando na tela. Caso o dono do veículo não seja registrado em São Paulo ou até mesmo não tenha CNH, ele pode incluir uma fotografia de um documento de identificação, como o RG", diz o texto.



"Para identificar o condutor que vai receber a autuação, o procedimento é semelhante: preenchimento do CPF, número da CNH, selfie e assinatura. As assinaturas devem sempre ser idênticas às da CNH", informa o órgão.

+ Plano de saúde poderá ter franquia com o mesmo valor da mensalidade

O acompanhamento do requerimento de transferência de pontos é feito no próprio aplicativo.

A regra vale para quando o dono do veículo não é a pessoa que toma a multa. Para motoristas de veículos de empresas ou, por exemplo, para um pai que empresta o carro para o filho.

"Em média, 5.500 pedidos de indicação são enviados ao Detran.SP por mês, dos quais 3.500 são deferidos", diz Detran. Com informações do Estadão Conteúdo.