COMPARTILHAR

Alagoas deve receber o primeiro trem turístico do Nordeste com a inauguração de uma rota dedicada ao escritor Graciliano Ramos (1892-1953), autor do romance "Vidas Secas" (1937).

O trajeto ligará a cidade de Quebrangulo, onde ele nasceu, a Palmeiras dos Índios, onde viveu por pelo menos dez anos e foi eleito prefeito, em 1927. Ambas ficam a uma hora e meia de Maceió.



+ Marielle Franco deverá ganhar estátua no Rio de Janeiro

Segundo o idealizador do projeto, o gestor público David Maia, a ideia é aproveitar atrações culturais já existentes em torno da vida do escritor, como os museus dedicados à vida dele nas duas cidades. Além disso, os turistas também poderão conhecer a aldeia dos Xucuru-Kariri e confecções de rapadura, por exemplo.



O prédio térreo está pintado de branco e a entrada se dá por uma porta no fundo de um corredor, entre a casa e uma mureta. Ela está pintada de branco, e há quatro janelas na parede da frente, viradas diretamente para a rua.

Serão 28 quilômetros de ferrovia, que devem ser inaugurados em dezembro deste ano. Duas locomotivas com capacidade para 80 pessoas cada foram encomendadas, uma a vapor e outra a diesel.

Ainda não há previsão de valores para o passeio.

O projeto existe desde 2003, mas foi interrompido depois de uma enchente no local, em 2010. O custo é de R$ 7 milhões, bancado pelas prefeituras de Quebrangulo e Palmeira dos Índios, pelo Ministério da Cultura e pelo Banco do Nordeste.

Existe outro trem turístico temporário, dedicado ao forró, que funciona entre Recife e Cabo de Santo Agostinho (PE) apenas no mês de junho. Com informações da Folhapress.