COMPARTILHAR

A Polícia Militar Ambientam (PMA) localizou ao menos seis cães Galgo Italiano em condições de maus-tratos em uma residência em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na sexta-feira (20). Os animais foram resgatados e outros dois cães foram encontrados mortos. Segundo o G1, a suspeita é de que o local era usado como criadouro clandestino para reprodução e comercialização da raça.

Os vizinhos ao local denunciaram a situação após sentirem um forte odor de podridão. Eles suspeitavam que o dono estivesse morto dentro da casa, já que não era visto há pelo menos duas semanas.



Os policiais entraram no imóvel e não localizaram o proprietário, apenas os animais em situação de desnutrição e desidratação. Eles foram levados para tratamento em um centro especializado na cidade.

O proprietário do imóvel, que não havia sido localizado até este sábado (21), será multado R$ 30 mil pela Polícia Militar Ambiental. Na Polícia Civil, ele também vai responder a um inquérito sobre crime ambiental.



+ Secretários são denunciados após matança de cães na Paraíba

A investigação vai apurar se o local funcionava como criadouro ilegal.

A reportagem do G1 destaca que o Galgo Italiano é considerado uma raça nobre entre os cães com habilidade para caça. O animal é capaz de atingir 80 km/h e bastante procurado por pessoas que participam de competições de velocidade.