COMPARTILHAR

Uma viatura da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran) parou no meio de uma avenida de Cuiabá (MT) após o bloqueio do veículo ser realizado pela empresa responsável pelo rastreamento. Segundo o delegado titular da Deletran, Christian Cabral, o bloqueio foi feito por falta de pagamento da locação do veículo.

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) informou ao G1 que a empresa pode ser penalizada administrativamente se for confirmada alguma irregularidade.



Segundo a empresa responsável pelo rastreamento, alguns veículos foram recolhidos para manutenção preventiva programada. A empresa afirma que não houve bloqueio por falta de pagamento.

Como explica reportagem, o caso ocorreu em horário de fluxo intenso, gerando congestionamento na região.



+ Concursos públicos abrem 483 vagas em todo o país nesta segunda

O delegado afirma que a situação foi extrema e pode causar risco à segurança, no caso dos policiais estarem transportando presos ou trabalhando em ocorrências perigosas.

"Acreditamos que esses atrasos podem estar acontecendo, mas jamais justifica a paralisação dos serviços de segurança pública em razão do atraso, uma vez que há outras medidas que as pessoas podem tomar para receber as dívidas que têm direito", afirmou.

Ainda de acordo com Cabral, a falta de pagamento a fornecedores já causou outros inconvenientes. "Tem período em que somos obrigados a parar os veículos, porque os postos não estão abastecendo sob alegação de atraso no pagamento. Tem momentos em que levamos os veículos para a revisão e eles não são liberados, também por falta de pagamento", disse.

Atualmente, 1.182 viaturas são locadas no estado para uso da Segurança Pública, segundo dados do Sesp. A empresa que teria bloqueado a viatura loca outros 95 veículos para as polícias Civil e Militar. De acordo com a pasta, o pagamento está em fase de processamento.