COMPARTILHAR

Um combatente ferido no Afeganistão, de identidade não divulgada e de origem provavelmente norte-americana, realizou o primeiro transplante de pênis e saco escrotal (sem testículos) do mundo.

O procedimento durou 14 horas e foi feito por nove cirurgiões plásticos e dois cirurgiões urologistas na Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.



+ Atropelamento em massa no Canadá deixa ao menos dois mortos

De acordo com os médicos, o rapaz deve recuperar as funções miccionais e sexuais quase que em totalidade. À Agência EFE, o rapaz disse que era difícil aceitar o ferimento e que, agora, se sente "mais normal" e com um "certo nível de confiança".