COMPARTILHAR

O presidente Michel Temer receberá hoje (27), em Brasília, o presidente do Chile, Sebastián Piñera. De acordo com o Itamaraty, a visita ocorre pouco mais de um mês depois da posse do novo presidente, que venceu as eleições em seu país.

Pela programação, os dois presidentes participarão de reuniões e presidirão cerimônia de assinatura de acordos relacionados com o intercâmbio econômico entre os dois países e anunciam a abertura de negociações de acordo bilateral de livre comércio. As informações são da Agência Brasil.



Temer e Piñera vão emitir também uma declaração conjunta sobre a pauta do relacionamento entre Brasil e Chile, “abrangendo assuntos comerciais, projetos de infraestrutura, assuntos consulares, cooperação nas áreas de defesa, ciência e tecnologia, cultura e assuntos antárticos e temas multilaterais e regionais”.

+ Em delação, Palocci detalha entrega de dinheiro vivo a Lula, diz jornal



Após as cerimônias no Palácio do Planalto, Temer oferece almoço em homenagem ao colega chileno, às 13h, no Itamaraty.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, “o Brasil é o principal destino dos investimentos chilenos no exterior, com estoque de US$ 31 bilhões, e o principal parceiro comercial do Chile na América do Sul. Em 2017, o intercâmbio comercial bilateral alcançou US$ 8,5 bilhões, o que representa alta de 22% em relação ao mesmo período do ano passado”.