COMPARTILHAR

O acordo nuclear assinado em 2015 entre o Irã e o grupo dos 5+1 não é negociável, afirmou, neste domingo (29), o presidente iraniano, Hassan Rohani, em conversa telefônica com o homólogo francês, Emmanuel Macron. "O acordo nuclear, ou qualquer outro assunto relacionado a ele, não é de forma alguma negociável. O Irã não aceitará qualquer restrição para lá do compromisso assumido", sublinhou, segundo comunicado publicado na página oficial dele na internet.

Na terça-feira passada, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e Emmanuel Macron afirmaram que querem trabalhar juntos para um novo acordo nuclear com o Irã. A declaração suscitou protesto imediato de Hassan Rohani, que contestou a legitimidade de um eventual novo pacto sobre o programa nuclear iraniano.



+ Centenas de mexicanos chegam à fronteira dos EUA em busca de asilo

O acordo foi assinado em Viena, em julho de 2015, entre o Irã e o denominado grupo dos 5+1: Alemanha, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia. Nos termos do acordo, Teerã aceitou congelar o programa nuclear até 2025.



Os partidários do acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano asseguram que este acordo é a melhor garantia para impedir que o Irã se arme de bombas atômicas. Trump, no entanto, considera o acordo fraco e deu, aos signatários europeus do atual acordo (Alemanha, Reino Unido e França), até 12 de maio para torná-lo mais severo. Com informações da Lusa.