COMPARTILHAR

O Supremo Tribunal Federal (STF) retomou, nesta tarde (2), o julgamento da ação que acaba com o foro privilegiado por prerrogativa de função, incluindo os parlamentares.

A maioria dos ministros entende que as autoridades só podem responder a um processo na Corte se as infrações penais forem cometidas durante o mandato e em razão da função que exercem.



+ Temer se reúne com advogado para tratar de depoimento da filha à PF

Caso contrário, avaliam os ministros, os processos deverão ser remetidos para a primeira instância da Justiça.



Acompanhe ao vivo: