COMPARTILHAR

Preso desde fevereiro, o deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) poderá ter o mandato cassado. A decisão cabe ao Conselho de Ética da Câmara, que nesta quarta-feira (2) acatou representação da Rede Sustentabilidade para análise do caso.

Assim que notificado, segundo o G1, o parlamentar terá dez dias para apresentar representação escrita.



Leia também: Defesa de Lula vai ao STF contra 'descumprimento' de Moro

Rodrigues cumpre cinco anos e três meses de prisão em regime semiaberto. Ele é acusado de praticar fraude e de ter dispensado licitação quando era prefeito do município catarinense de Pinhalzinho.