COMPARTILHAR

Pelo menos 11 pessoas morreram e diversas ficaram feridas nesta quarta-feira (2) durante um ataque suicida contra a sede da Alta Comissão Eleitoral Líbia (Hnec) em Trípoli, informou um porta-voz do governo de união nacional (GNA).

De acordo com as autoridades, um homem-bomba se explodiu enquanto outros terroristas armados invadiram o prédio e o incendiaram. O edifício está localizado no distrito de Ghout al-Shaal, a oeste do centro de Trípoli.



Segundo o porta-voz da comissão eleitoral, Khaled Omar, entre as vítimas há pelo menos três oficiais e quatro agentes de segurança. O balanço atualizado foi confirmado pelo Ministério da Saúde local.

A comissão eleitoral está registrando diversos eleitores que pretendem participar das eleições, a qual a ONU espera que aconteça antes do fim do ano.



O ataque é considerado o mais letal entre os últimos três anos.

Até o momento, nenhum grupo terrorista assumiu a autoria do atentado, mas militantes ligados ao Estado Islâmico (EI) são mantidos nas cidades costeiras da Líbia.

O país está em crise desde que Muammar Gaddafi foi deposto em 2011. Depois de seu governo de 42 anos, o país permanece sob o controle de grupos armados rivais. Com informações da ANSA.

Leia também: Impasse político faz manifestantes paralisarem a capital da Armênia