COMPARTILHAR

O tríplex atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Justiça foi leilão por determinação do juiz Sérgio Moro, mas ainda não recebeu nenhum lance. O valor mínimo para arrematar o imóvel é de R$ 2,2 milhões.

O tríplex está registrado em nome da OAS Empreendimentos e tem dívidas de R$ 47 mil de condomínio, "que serão de responsabilidade do arrematante", segundo o site Canal Judicial.



Apesar de não ter recebido nenhum lance, cerca de 32 mil pessoas já visitaram o anúncio.

Leia também: Lula usa e-mails de Odebrecht e FHC para contestar ação sobre instituto