COMPARTILHAR

Nomeado novo comandante da Polícia Militar de São Paulo no último dia 26 de abril, o coronel Marcelo Vieira Salles, 51, foi empossado nesta sexta-feira (4) numa cerimônia realizada na academia Barro Branco, zona norte da capital paulista. Amigo do governador Márcio França (PSB), ele é visto como defensor dos direitos humanos.

A cerimônia contou com a presença de França, do secretário da Segurança, Mágino Filho, do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, do prefeito Bruno Covas (PSDB) e de deputados estaduais e federais da chamada "bancada da bala".



+ Delegado da PF ataca acampamento Lula Livre e destrói aparelhos de som

Segundo o novo comandante, a violência policial impõe a necessidade de uma reflexão maior sobre o treinamento. "Seja no preparo da nossa tropa, seja na atenção com a prevenção primária", afirmou. No primeiro trimestre deste ano, houve redução de 17% na letalidade policial paulista.



Salles também lamentou as mortes de PMs no Estado. Nos três primeiros meses deste ano, houve alta de 88% no número de policiais militares mortos: passou de nove, ano passado, para 17, neste ano. Com informações da Folhapress.