COMPARTILHAR

Deputados estão reunindo esforços para aprovar o quanto antes o projeto que acaba com o foro privilegiado para todas as autoridades acusadas de crimes comuns. Para tanto, eles tentam acelerar o prazo de avaliação da proposta pela Câmara e pretendem pressionar o Planalto a suspender a intervenção federal no Rio temporariamente.

A chamada PEC do Fim do Foro Privilegiado foi aprovado pelo Senado no ano passado e, desde então, está parada na Câmara.



+ STF deve enviar 29 ações ligadas à Odebrecht para instâncias inferiores

Segundo a coluna Painel, na Folha de São Paulo, para acelerar o processo, líderes do Congresso pedem que a Câmara aprove a proposta no prazo mais curto possível. A comissão criada para esta finalidade precisa atuar por, no mínimo, 11 sessões.



Depois de aprovada na Câmara, a proposta segue para o sanção do presidente Michel Temer. No entanto, para aprovar a alteração na Constituição, o emedebista teria que suspender a intervenção federal no Rio temporariamente.

A ideia dos parlamentares é que a medida de segurança seja suspensa pelo prazo máximo de uma semana, tempo suficiente para garantir a aprovação da PEC pelo plenário.