COMPARTILHAR

A empreiteira Odebrecht tem 74 inquéritos abertos no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar parlamentares. Destes, ao menos 29 devem ser enviados para instâncias inferiores por conta das novas regras de foro privilegiado, segundo apurado pelo jornal O Globo.

Como explica a publicação, essas 29 ações tratam de crimes não relacionados com o mandato dos investigados.



+ E a Lava Jato? Entenda a decisão do STF sobre foro privilegiado

Nessa quinta-feira (3), o STF restringiu o foro privilegiado para deputados federais e senadores. Antes da mudança, todo crime relacionado a parlamentares federais era analisado pela Corte. Agora, somente crimes relacionados ao mandato dos congressistas são julgamento diretamente por instâncias superiores.



O ministro Dias Toffoli enviou, nessa sexta-feira (4), seis ações penais envolvendo sete deputados. Os crimes ocorreram antes do mandato ou não estão relacionados com o cargo.