COMPARTILHAR

As eleições locais no Reino Unido, cuja apuração terminou nesta sexta-feira (4), tiveram uma ligeira vitória do Partido Trabalhista, que garantiu o controle de 74 das 150 assembleias que estavam em jogo, com 2,3 mil representantes eleitos.

Já o Partido Conservador, da primeira-ministra Theresa May, ficou com 46 dos 49 conselhos que tinha antes do pleito, elegendo 1,3 mil membros. Por sua vez, o Liberal Democratas (Lib Dem) conquistou oito.



+ Passaporte brasileiro de Kim Jong-un foi emitido pela PF do Rio

O grande derrotado foi o eurocético Partido pela Independência do Reino Unido (Ukip), que segue em derrocada desde o plebiscito do "Brexit" e elegeu apenas três conselheiros locais. O mapa do voto também mostra uma divisão entre áreas urbanas, majoritariamente trabalhistas, e zonas rurais, dominadas pelos conservadores.



Ao todo, 150 círculos eleitorais foram às urnas, incluindo os 32 distritos de Londres e conselhos locais de algumas das principais cidades do país, como Manchester, Leeds e Newcastle.

A premier May, que conseguiu minimizar os danos e avançar em áreas eurocéticas, afirmou que os trabalhistas "fracassaram". Já o líder da oposição, Jeremy Corbyn, reivindicou a supremacia nacional do partido e comemorou o controle de 21 dos 32 distritos de Londres. (ANSA)