COMPARTILHAR

O deputado cassado Eduardo Cunha, preso desde outubro de 2016 no Complexo Médico Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, não declarou o imposto de renda pelo segundo ano consecutivo.

Como apurado pela Veja, a Receita acredita que o ex-parlamentar prefira pagar a multa a produzir provas contra si mesmo.



Cunha é réu em dois processos e responde a um terceiro. Um deles envolve o pagamento de propinas da Petrobras para viabilizar a compra de um campo de petróleo na África. No outro, o ex-deputado é acusado de receber propina em contratos de compra de navios, também para a petroleira estatal. E no terceiro ele está sendo acusado de usar o cargo de deputado para obter vantagens e aumentar o patrimônio.

Leia também: Entregador diz que levou dinheiro a escritório de amigo de Temer