COMPARTILHAR

O advogado de Donald Trump e ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani afirmou neste domingo (6) que não descarta que o presidente invoque a quinta emenda da Constituição americana para não depor em uma investigação do FBI. A 5ª emenda prevê em certas condições o direito de guardar silêncio para não se incriminar.

Giuliani afirmou ainda que desaconselhou o presidente a acatar uma intimação que venha a ser emitida pelo procurador especial Robert Mueller, que investiga a suposta interferência russa nas eleições de 2016 nos EUA.



+ Londres registra mais dois tiroteios com vítimas adolescentes

"Não temos porquê. Ele é presidente dos EUA", disse Giuliani. "Podemos garantir a ele os mesmos privilégios que outros presidentes têm." Com informações da Folhapress.