COMPARTILHAR

O vereador Marcello Siciliano (PHS-RJ), apontado como um envolvidos do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) nesta terça-feira (8), já teve discussões acaloradas com ela na Câmara de Vereadores do Rio.

Em vídeo publicado nas redes sociais de Marielle, ela sugere que o político é covarde e precisa respeitar a fala de mulheres na Casa. O vídeo foi publicado em agosto do ano passado.



+ PT solicita que Lula seja representado em sabatinas eleitorais

Uma testemunha do caso diz ter ouvido uma conversa entre um miliciano e o Siciliano. Na ocasião, o parlamentar teria dito: “Tem que ver a situação da Marielle. A mulher está me atrapalhando". A denúncia foi publicada originalmente pelo jornal O Globo.



Procurado, o vereador negou as acusações e disse que é um "homem de bem, correto".