COMPARTILHAR

Pelo menos quatro pessoas acusadas de serem as responsáveis pela agressão contra uma mulher deficiente em um bar de Roma, na Itália, foram presas nesta terça-feira (8).

Os suspeitos detidos são: Antonio Casamonica (26), Alfredo (22), Vincenzo (28) e Enrico di Silvio (71). A polícia suspeita que todos fazem parte do clã mafioso "Casamonica".



+ Noiva casa dias após ter braço arrancado por crocodilo: 'celebrar'

De acordo com as autoridades, Antonio e Alfredo são os agressores das três pessoas em um bar na "cidade eterna", sendo que uma delas era uma mulher com deficiência.



Os criminosos exigiram ter um antendimento prioritário antes dos outros clientes, porém, um jovem romeno contestou o pedido e foi agredido com chutes e socos. A mulher deficiente tentou apartar a briga, mas também virou alvo das agressões.

Após terem saído do estabelecimento, Antonio e Alfredo voltaram ao local depois de alguns minutos e agrediram o atendente, além de quebrarem o bar. Um dos suspeitos chegou a ameaçar de morte o barman caso ele informasse o ataque.(ANSA)