COMPARTILHAR

No 10º dia de trabalho nos escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, que caiu no Centro de São Paulo no dia 1º de maio, os bombeiros não acreditam que haja a possibilidade de encontrar sobreviventes.

"Acho muito difícil ter sobreviventes ali", disse ao G1 o capitão Marcos Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros, nesta quinta-feira (10).



+ Prazo para renovação do Fies é prorrogado até 25 de maio

As buscas já chegaram ao segundo e último subsolo em um dos pontos da escavação na manhã desta quinta, onde também foram encontrados resquícios de ocupação.



Até quarta-feira (9), os bombeiros afirmavam ainda terem esperanças de encontrar sobreviventes nos escombros.

“Não tivemos, em nenhum momento, desde esses últimos dois, três dias, algum ponto ou local de célula de sobrevivência. Estão todos muito compactados os escombros não havendo nenhuma possibilidade de vida humana”, explicou o capitão.