COMPARTILHAR

As Nações Unidas manifestaram, nesta quinta-feira (10), o seu apoio ao encontro previsto para junho entre os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e saudou a libertação de norte-americanos presos por Pyongyang.

"Obviamente damos as boas-vindas à libertação dos três norte-americanos que estavam detidos contra a sua vontade", disse o porta-voz da organização, Stéphane Dujarric.



Sobre a data e local da reunião entre o Presidente dos EUA e o seu homólogo norte-coreano, o porta-voz disse que a ONU conhece esses detalhes através da mensagem 'twitter' do chefe da Casa Branca e reiterou o seu apoio à iniciativa.

Segundo Dujarric, o secretário-geral da ONU, António Guterres, apoia este processo "e qualquer discussão que conduza a uma desnuclearização pacífica da península coreana".



+ Puigdemont desiste de ser presidente catalão e designa sucessor

Num breve comunicado, Guterres expressou a sua satisfação pelo encontro trilateral entre o Japão, China e Coreia do Sul, que ocorreu na quarta-feira (9) em Tóquio e na qual os três países se comprometeram a colaborar sobre a Coreia do Norte.

A ONU "confia que o compromisso comum dos países do nordeste da Ásia reforce o caminho para garantir uma paz duradoura e a prosperidade desta região". Com informações da Lusa.