COMPARTILHAR

A comunidade católica no Paquistão comemorou nesta segunda-feira (21) a decisão do papa Francisco de nomear o arcebispo Joseph Coutts como cardeal.

O paquistanês de 72 anos será o segundo cardeal do Paquistão, 24 anos após a morte de Joseph Cordeiro. A notícia anunciada pelo Pontífice neste domingo (20) de Pentecostes espalhou-se rapidamente e surpreendeu Coutts, que foi parabenizado por diversos fiéis.



"Estou chocado, mas pronto para servir humildemente a Igreja e continuar a promover a harmonia na cidade de Karachi e por todo o país", disse Coutts à agência de notícias Fides, do Vaticano.

"Na Arquidiocese de Karachi os fiéis estão em ascensão e muitos católicos estão se instalando nos subúrbios. Estamos trabalhando com os padres para construir novas igrejas e escolas na periferia da cidade", acrescentou.



O arcebispo, que escolheu "Harmonia" como seu lema episcopal, está trabalhando para promover o diálogo e a paz há 40 anos.

Recentemente, ele criou uma Comissão diocesana para harmonia inter-religiosa para promover a união entre pessoas de várias religiões, grupos étnicos e nações na cidade metropolitana de Karachi. Além de Coutts, outros 13 serão nomeados cardeais para a Igreja Católica, no dia 29 de junho. Com isso, o colégio eleitoral dos cardeais passará a ter 126 votantes. Com informações da ANSA.

Leia também: EUA vão impor as piores sanções contra o Irã, diz secretário de Estado