COMPARTILHAR

O Gabinete de Intervenção Federal (GIF) na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro divulgou nota, na tarde desta sexta-feira, 25, em que afirma que "monitora os impactos para o Estado do Rio de Janeiro desde o início da greve dos caminhoneiros". "O planejamento do GIF prevê a atuação das forças seguranças estaduais e, caso necessário, das forças federais", diz a nota.

Segundo o gabinete, a Polícia Militar está escoltando caminhões necessários à manutenção de setores essenciais, como saúde, transporte de produtos químicos para tratamento da água e funcionamento de aeroportos. Não há racionamento de combustível nas instituições policiais, diz o GIF, e as operações previstas seguem seu curso normal.



+ Em Brasília, sindicato alerta que cerveja deve acabar em 48h

O interventor, general Braga Netto, afirma que as providências necessárias estão sendo tomadas: "Minha principal preocupação é com a população, para que não haja desabastecimento", disse, de acordo com a nota. Com informações do Estadão Conteúdo.