COMPARTILHAR

Em pronunciamento nessa segunda-feira (28), o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) disse que a greve dos caminhoneiros, além de bloquear estradas, impedir a entrega de mercadorias e gerar desabastecimento, abre espaço para oportunistas que promovem abusivamente o aumento no preço dos combustíveis.

— Esses aproveitadores são aqueles que mais querem aparecer em redes criticando políticos e governos, querem aproveitar o momento de dificuldade. Aproveitar e aumentar o preço dos produtos é pior que qualquer coisa, é deficiência de caráter muito grande.



+ Greve agora é de quem quer 'derrubar o governo', diz Abcam

Lopes afirmou que os caminhoneiros sofrem com o alto custo do óleo diesel e pedágios, mas defendeu punição e multa para os donos de postos de combustíveis que promovem o aumento dos preços durante a crise.



O senador afirmou que a escassez de combustíveis já provocou o aumento no preço da batata, cenoura, morango e folhagens nas feiras e mercados, onde muitos produtos já estão esgotados. Os carregamentos retidos ao longo das rodovias estão se deteriorando no baú dos caminhões, embora os veículos com carga vivam estejam transitando, afirmou.

— A retirada de subsídios e a isenção de pedágios são soluções frágeis pelas quais alguém vai ter que pagar. O governo ainda não tratou da questão da gasolina e do gás de cozinha. Qual o lucro real da Petrobras? É esse assunto que nós também temos aqui que tocar. Não adiantam medidas paliativas, tocar a bola para frente. Precisamos sair dessa situação e parar de dar soluções provisórias aos problemas; agir de forma preventiva para evitar crises, e não apenas lidar com elas quando aparecem — defendeu. Com informações da Agência Senado.