COMPARTILHAR

A prefeitura e o governo de São Paulo garantiram escolta e conseguiram abastecer 40 postos de gasolina na manhã desta terça-feira (29) na capital paulista.

Eles devem priorizar o abastecimento de veículos de professores e de profissionais de saúde, além de outros serviços essenciais.



Os endereços estão sendo distribuídos aos servidores por grupos de WhatsApp, por exemplo.

Consumidores comuns que chegarem aos locais, no entanto, também podem comprar gasolina ou álcool.



Os postos são de bairros como Jardim Paulista, Vila Nova Conceição, Butantã, Santo Amaro, Consolação, Bom Retiro, Cambuci, Água Rasa, Vila Cruzeiro, Interlagos e bosque da Saúde.

+ Estradas têm protestos de caminhoneiros nesta terça

VILA SÔNIA

Na madrugada desta terça, motoristas dormiam dentro de carros em uma fila em um posto de combustível, na Vila Sônia, zona oeste de São Paulo.

Por volta das 3h30, havia uma fila de carros de mais de um quilômetro na avenida Francisco Morato. Frentistas disseram que os motoristas estavam no local desde a noite de segunda (28).

Muitos motoristas reclinaram os bancos dos veículos para dormir enquanto esperavam a chegada de algum caminhão tanque para entregar combustível.

No local, também havia carros trancados como se guardassem um lugar. Os frentistas observavam tudo sentados de braços cruzados.

O posto não recebe combustível desde a última quarta-feira (23), segundo os funcionários. Com informações da Folhapress.