COMPARTILHAR

Anunciado pelo PT como potencial candidato ao governo do Rio de Janeiro, o ex-ministro Celso Amorim não mais concorrerá ao Palácio Guanabara. O partido busca, agora, lançar a professora e escritora Márcia Tiburi para a disputa.

"Cheguei, é verdade, a ser sondada para o caso de o Celso não concorrer ao governo do Estado, mas isso não passa de uma hipótese. Um convite como esse sempre precisa ser objeto de muita reflexão", disse a professora, em entrevista ao Universa.



A troca acontece em um momento em que a legenda pretende lançar um nome para vice em sua chapa à Presidência da República, encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso em Curitiba. A ideia é lançar seu nome agora para que viaje pelo país em nome de Lula, de quem é amigo.

Leia também: No auge da greve, Temer se sentiu sozinho e triste, dizem aliados