COMPARTILHAR

O líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, tomou posse do cargo de primeiro-ministro da Espanha às 11h no horário local (6h de Brasília), deste sábado (2), numa cerimônia de juramento presidida pelo rei Felipe VI. Na sexta-feira (1º), o socialista ganhou uma moção de censura contra o governo de Mariano Rajoy.

A cerimônia foi realizada na residência oficial de Felipe VI, no Palácio da Zarzuela, e marca o início oficial de Sánchez como chefe do executivo espanhol.



+ Ministério Público da Alemanha pede extradição de Puigdemont

O líder socialista prestou juramento como primeiro-ministro do Governo espanhol perante o rei, tornando-se, assim, o sétimo chefe do Executivo da democracia do país.



O economista de 46 anos sucede Mariano Rajoy, cujo governo chegou ao fim após uma moção de censura apresentada pelo atual primeiro-ministro. Esta foi a primeira vez que uma moção de censura levou à queda de um governo em Espanha.