COMPARTILHAR

A prefeitura de Monguguá, no litoral de São Paulo, abriu uma sindicância nesta segunda-feira (4), para investigar as origens de um grande volume de material escolar encontrado em uma sede do Sesi desativada desde 2012 na cidade. Entre os itens abandonados, estão computadores, eletrônicos, livros e material de papelaria, além de fraldas. As informações são do G1.

Os objetos foram descobertos durante vistoria da diretora municipal de Ensino, Aparecida de Lourdes Calixto. O material será catalogado o pela administração municipal e, após a triagem, um relatório será encaminhado para o Ministério Público para investigação.



+ Obra de hospital é paralisada e lança dúvida sobre nova cracolândia

O município deve redistribuir itens como como berços e fraldas ainda dentro do prazo de validade para creches e unidades de ensino.