COMPARTILHAR

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, reagiu pela primeira vez nesta segunda-feira (2) a uma acusação de conduta sexual inapropriada que remonta a 18 anos, ao afirmar não ter nenhuma recordação negativa do incidente.

A denúncia voltou à tona nos últimos dias após ter sido publicada por um blog no mês passado e tem dominado a discussão política no país.



Trudeau teria se comportado de maneira inapropriada, "passando a mão" em uma jornalista no festival de música em Creston, Colúmbia Britânica, no ano 2000.

Dias após o evento, um artigo no jornal local Creston Valley Advance, acusou Trudeau de ter "apalpado" e "manuseado de maneira inapropriada" uma repórter que cobria o evento.



+ Rússia abre inquérito contra brasileiros que constrangeram mulher

O texto dava poucos detalhes sobre o ocorrido, mas afirmava que a mulher se sentiu "desrespeitada" e que Trudeau se desculpou por seu comportamento. "Sinto muito", disse Trudeau, segundo o texto.

"Se eu soubesse que você estava cobrindo o evento para um jornal, eu nunca teria sido tão avançado." Na época, Trudeau tinha 28 anos e era professor. Com informações da Folhapress.