COMPARTILHAR

Em meio ao embate entre desembargadores do Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4) sobre o habeas corpus de soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Partido dos Trabalhadores organiza um ato em São Bernardo do Campo com a presidente do partido, a senadora Gleisi Hoffmann (PR).

Mais cedo, o desembargador Rogério Favreto emitiu nova decisão acolhendo o pedido de habeas corpus impetrado por deputados petistas, contrariando decisão do relator do processo, desembargador Gebran Neto. Em Curitiba, petistas também intensificam a presença em frente da sede da Polícia Federal.



+ Desembargador dá prazo de uma hora para soltar Lula

Caso o ex-presidente Lula seja solto ainda hoje, a expectativa é recebê-lo no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, disse um petista da executiva do partido.



São Bernardo agora! Concentração no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC pela libertação de Lula! #LulaLivreJÁ pic.twitter.com/n4CSzbYBZM

— Lula (@LulaOficial) 8 de julho de 2018