COMPARTILHAR

O estado de Roraima recebeu 16.953 pedidos de refúgio no primeiro semestre deste ano, segundo a Polícia Federal. Os dados são de janeiro ao dia 22 de junho e correspondem a 20% a mais do que foi registrado em todo o ano de 2017, quando foram recebidas pouco mais de 13,5 solicitações.

Como apurado pelo G1, do total de registros, 97% são de venezuelanos, que corresponde a 16.523 solicitações. Os demais são de cubanos (155), haitianos (139) e cidadãos de outras nacionalidades (133).



O recorde de pedidos de refúgio por venezuelanos aconteceu no mês de maio, quando Nicolás Maduro foi reeleito. Só naquele mês foram feiras 4.054 solicitações.

+ Inscrições para o Fies começam neste mês; veja datas



Os números começaram a crescer em 2017, quando foram registrado 13.583 pedidos de venezuelanos. Em 2016, foram 2.048 e 253 em 2015.

O pedido de refúgio é feito à PF e encaminhado ao Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), que analisa e reconhece ou não a condição de refugiado. O Conare, no entanto, não informou o número de pedidos examinados e aprovados.