COMPARTILHAR

Saman Kunan era um antigo mergulhador da Marinha tailandesa, um veterano das forças especiais, que tinha se voluntariado para ajudar no resgate da equipe juvenil de futebol e o seu treinador, que ficaram presos numa gruta do complexo de cavernas de Tham Luang, na Tailândia. Eles foram todos resgatados nesta terça-feira (10).

O mergulhador estava carregando garrafas de oxigênio para a gruta onde estavam os rapazes já há mais de dez dias, na última quinta-feira (5.)



No caminho de regresso, que demorava cerca de cinco horas, não teve oxigênio suficiente para si. Ficou sem ar por volta das 1h00 de sexta-feira (18h de quinta em Brasília).

"Ele foi levar oxigênio. E quando voltou não o tinha a quantidade suficiente para durar até ao fim do percurso”, anunciou Narongsak Osottanakorn, governador de Chiang Rai e líder das operações de resgate, na manhã do dia 6 de julho.



+ Saiba quem são os 12 garotos que ficaram presos na caverna na Tailândia

Nas redes sociais multiplicaram-se as homenagens ao mergulhador, tendo até sido noticiado que o seu funeral teria honras reais. Agora, compartilha-se aquela que será a última imagem de Saman, tirada dentro do complexo de grutas.

Every now and then, we see a real hero. This is the last photo taken of Sgt. Saman Kunan before he lost his life on Thursday while returning from delivering oxygen to the boys trapped in the cave. He retired from the Thai Navy, but volunteered to help. pic.twitter.com/xDo27DmJRY

— Trevor Donovan (@TrevDon) 8 de julho de 2018

Saman Kunan, un verdadero héroe. Perdió el conocimiento cuando salía del complejo de cuevas de Tham Luang. Llevaba provisiones a los chicos. DEP #RescateTailandia pic.twitter.com/D1z4cw3FIu

— Iker Casillas (@IkerCasillas) 10 de julho de 2018

Saman Kunan tinha 38 anos, era oriundo de Roi Et, uma província situada a mais de 800 quilômetros das grutas.