COMPARTILHAR

A família do menino Guilherme, de 7 anos, desaparecido há meses, continua sem respostas sobre o paradeiro dele. A criança sumiu no dia 10 de fevereiro, enquanto brincava na frente de casa, no bairro Costa e Silva, em João Pessoa.

"Ele é um menino feliz, alegre, que se dá com qualquer pessoa. Quando a gente fala dele e mostra uma foto, entra logo em desespero. Só peço que se ele estiver em cativeiro, ou se estiver morto, que alguém me diga alguma coisa", disse a mãe.



De acordo com o G1, a polícia teve uma possível pista sobre o caso no dia 15 de junho, quando encontraram uma ossada em Gramame. Embora haja suspeita de que poderia ser Guilherme, o laudo sobre a identificação da ossada ainda não foi concluído. Segundo o Instituto de Polícia Científica (IPC), a demora foi causada pela falta de reagente para fazer a calcificação. Não há ainda uma data precisa para o resultado.

Leia também: Menino é flagrado andando em parapeito de janela de 18º andar