COMPARTILHAR

As ossadas de um casal, apaixonadamente abraçados, há mais de três mil anos, foram encontradas em uma sepultura na Ucrânia. A história que escondem é de amor, mas também inacreditável.

O grupo de arqueólogos que fez a descoberta, crê que a mulher foi enterrada viva por sua vontade para poder acompanhar o seu amado para além da morte.



O casal, que pertenceria ao grupo pré-histórico de Wysocko, foi encontrado perto da cidade de Petrykiv.

"É um enterro único, um homem e uma mulher ali, abraçados um ao outro. Ambos os rostos se olhando, as suas testas se tocando", disse o professor Mykola Bandrivsky , responsável pelos trabalhos de escavação.



O corpo da mulher surge de lado, envolvendo o marido, com o queixo no seu ombro e os joelhos dobrados e em cima das suas pernas.

Especialistas dizem que seria impossível o corpo da mulher se posicionar desta forma, caso já estivesse morta.

Leia também: Jovem chinês passa por cirurgia após inserir cabo USB em seu pênis