COMPARTILHAR

Apesar do sucesso no resgate dos 12 meninos e o técnico que ficaram presos em uma caverna na Tailândia ter sido um sucesso, a operação teve uma baixa. O mergulhador Saman Kunan, de 38 anos, morreu ao ajudar a equipe que trabalhava para retirar os garotos. A Marinha tailandesa publicou neste sábado (14) um vídeo para homenageá-lo.

"Nós somos todos convidados a enviar o Tenente Comandante Saman Kunan para o céu hoje. Sua dedicação será lembrada para sempre!", lê-se no texto da publicação, conforme reportagem do Extra.



Ao longo do vídeo, são exibidas falas do mergulhador (veja abaixo)

Os meninos passaram 17 dias presos na caverna, sendo que os nove primeiros isolados enquanto as equipes da Tailândia não descobriam a localização do grupo. Eles foram encontrados por dois mergulhadores ingleses.



Leia também: Trump passa fim de semana na Escócia e enfrenta protestos