COMPARTILHAR

O estudante Lucas Martins de Paula, que sofreu uma agressão no último dia 7, na casa noturna Baccará Backtage, em Santos (SP), passou por uma nova cirurgia para diminuir a hipertensão intracraniana, segundo informa o G1.

O estado do estudante ainda é considerado grave e ele permanece em coma.



+ No interior de Minas, crianças estão sem aula desde março

A confusão aconteceu quando Lucas questionou um valor de R$ 15 que achava ter sido cobrado a mais de sua comanda. O jovem foi erguido pelo pescoço dentro do local e arrastado para o lado de fora, segundo testemunhas. Ele foi levado para a Santa Casa da cidade em estado gravíssimo.



A princípio, a casa noturna negou a agressão. No entanto, o advogado da empresa, João Armôa Júnior, mudou o discurso nessa terça-feira (10), admitindo que os três seguranças terceirizados cometeram o crime. “Apuramos e verificamos que um deles usou de força desproporcional. Deu um soco no rapaz, que caiu e bateu a cabeça no chão”, informou.