COMPARTILHAR

Uma motorista avançou em uma ciclofaixa temporária da avenida Brasil, nos Jardins (zona oeste), e atropelou um empresário que corria na via, na manhã deste domingo (15). Ele está internado com traumatismo craniano.

De acordo com boletim de ocorrência, após atingir o empresário Fabio Pinto de Figueiredo, 42, a empresária Daniela de Simões, 28, seguiu caminho em direção a avenida Henrique Schaumann, em Pinheiros.



Ciclistas que testemunharam o atropelamento seguiram Daniela por dois quilômetros, com a intenção de impedir a suposta fuga da motorista.

Os ciclistas bateram no vidro do carro, segundo o boletim de ocorrência, e afirmaram que ela havia atropelado um homem quando avançou na ciclofaixa.



+ SUS tem quase R$ 2 bilhões a receber das operadoras de planos de saúde

O advogado de Daniela, Rodrigo Archer, afirmou que ela sofreu um mal súbito e estava desacordada quando o acidente ocorreu.

Segundo o advogado da vítima, Geraldo Raghi, uma das testemunhas chegou a tentar tirar a chave do carro da motorista para evitar a fuga. A motorista disse, em depoimento, que ao ser parada pelos ciclistas, não tinha visto que havia atropelado o homem na ciclofaixa e, por isso, não tentava fugir.

Após prestar esclarecimentos à polícia, Daniela foi levada para fazer um exame de corpo delito no IML (Instituto Médico Legal). No momento em que a polícia chegou ao local, ela não apresentava sinais de embriaguez. A motorista afirmou que também não havia consumido drogas e nem que faz uso de medicamentos.

Figueiredo praticava corrida dentro da ciclofaixa temporária, montada com cones, na avenida Brasil, esquina com a rua Bolívia. O carro chegou a ficar com um dos cones preso no pneu.

Segundo nota emitida pelo Hospital Santa Catarina, Figueiredo deu entrada na instituição logo após o acidente. Ele sofreu trauma craniano e seu quadro clínico é estável. O paciente segue internado em observação. Com informações da Folhapress.