COMPARTILHAR

Parlamentares que integram a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado estiveram na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR), nesta terça-feira (17), para vistoriar as condições em que os presos se encontram, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O petista ocupa uma das celas do lugar desde o dia 7 de abril, condenado a 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex no Guarujá (SP).



+ Ciro: 'Sugestões do centrão são bem-vindas e não ferem princípios'

Segundo os senadores, não foram constatadas irregularidades e as condições do local são adequadas. Também afirmaram que, durante o contato com o ex-presidente, ele demonstrou confiança em demonstrar sua inocência.



De acordo com informações do portal G1, a inspeção foi autorizada no último dia 11, pela juíza substituta Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara da Justiça Federal de Curitiba. Conforme destacou em seu despacho, esta foi a quarta solicitação de vistoria feita por comissões parlamentares desde a prisão de Lula.

A magistrada lembrou ainda que população carcerária do país é de cerca de 700 mil presos, "grande parte em estabelecimentos prisionais que operam muito além do limite de suas capacidades físicas e estrutural".

"Não há informação recente de diligências seguidamente realizadas por Comissões do Congresso Nacional em tais estabelecimentos, diversamente do verificado em relação ao ora executado", afirmou a juíza.