COMPARTILHAR

Familiares e amigos participaram, na manhã desta terça-feira (18), do sepultamento da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, na cidade de Cuiabá (MT). Ela morreu ao realizar um procedimento estético nos glúteos, no último fim de semana, na casa do médico Denis Cesar Barros Furtado, localizada na Barra da Tijuca, no Rio.

Denis, conhecido como "Dr. Bumbum", está foragido. Ele e mãe, Maria de Fátima Barros, de 66 anos, que também é médica e já teve o CRM cassado, foram indiciados por homicídio qualificado e associação criminosa. A namorada de Denis, Renata Fernandes Cirne, de 20 anos, também é acusada de participar dos procedimentos e está presa.



O enteado de Lilian, Alessandro Jaberce, de 24 anos, contou que, inicialmente, o procedimento seria realizado em Brasília (DF), mas o médico teve alguns contratempos e transferiu a sessão para a capital fluminense. As informações são do portal G1.

Ele disse que a mãe era o "pilar da família". "Nossa família está revoltada, ninguém consegue aceitar essa perda. Foi um erro médico", disse. "Vamos até as últimas consequências porque merecemos justiça. Pelo menos sabendo que ele está preso e que a Justiça está sendo feita ficaremos mais confortados", completou Victor.